Skip to content

Impostos e taxas de produtos importados

Impostos e taxas de produtos importados
Rate this post

impostos

 

Impostos e taxas de produtos importados

Quando falamos em compras no exterior, logo já pensando nos impostos e taxas de produtos importados. Diante desse fato, muitas pessoas acabam desistindo de realizar as suas compras.

Existem várias técnicas para minimizar a chance de você ser taxado. É claro que não funcionam como uma receita e nem nada parecido com isso. Mas são realmente para tentar fazer que sua compra passe de forma menos chamativa na alfândega.

Um outro problema que nós podemos citar em relação aos impostos e taxas de produtos importados é que muitas pessoas simplesmente não fazem as contas. Em alguns casos, mesmo o seu produto sendo taxado, ainda pode ser que valha muito mais a pena importar.

O segredo é realmente fazer as contas e ver o que compensa mais. Pense que se você achar um produto no exterior que custe cerca de R$ 30,00 e aqui no Brasil esse mesmo produto custa R$ 100,00. Ainda que exista a taxa, com certeza será muito mais viável importar. Isso é o que revela o Erick Oliveira no Projeto Importador Profissional

Impostos e taxas de produtos importados: aprenda um pouco sobre esse assunto que é tratado como um bicho de sete cabeça por muitas pessoas

Quando entrou em vigor a TEC – Tarifa Externa Comum do Mercosul, o Brasil começou a aplicar os direitos alfandegários em grande parte dos produtos importados.

É claro que conforme o tempo vai passando, algumas regras de exceções, sejam para reduzir ou aumentar um imposto, acabam acontecendo. Quando acontece as exceções de redução é quando mais as pessoas aproveitam para importar aquilo que precisam.

Dentro dos impostos e taxas de produtos importados existe alguma forma de não ser taxado? Essa pergunta é realmente muito polêmica! Não dá para afirmar se você será taxado ou não. Mas para tentar evitar que isso aconteça, algumas medidas podem ser tomadas:

  • U$50

Efetue compras abaixo de U$50. Normalmente esses produtos passam quase que despercebidos pela alfândega brasileira. Não custa tentar, não é mesmo?

  • Embalagens

Parece uma bobeira, não é verdade? Mas quanto mais simples a embalagem do seu produto, melhor. Acontece que embalagens muito enfeitadas acabam chamando a atenção da alfândega.

  • Produtos pesados

Evite comprar produtos que pesam mais do 10Lbs. Esses com certeza serão taxados.

Impostos e taxas de produtos importados: existe algum outro imposto além da taxa?

Infelizmente sim! Se o se produto for barrado na alfândega, alguns impostos poderão ser cobrados. Como por exemplo:

  • IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados

Alguns produtos serão calculados em relação a sua unidade e por valor fixo. Mas num geral terá como base o calculo ad valorem.

  • ICMS – Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços

São alíquotas que variam de estado para estado. Podendo ser entre 7% e até mesmo a 25% dependendo do seu local de origem.

  • PIS Importação – Contribuição para os Programas de Interação Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público

Uma alíquota de 1,65% para a maioria das importações.

  • CONFINS importação – Contribuição para o Financiamento da Segurança Social

Uma alíquota de 7,60% para a maioria das importações.

Realmente parece uma carga muito grande de impostos, não é mesmo? Agora você já sabe porque tudo aqui no Brasil é tão caro. As lojas precisam pagar todos esses impostos e ainda precisam tirar o seu lucro.

Ainda assim tudo vai depender da conta que você fizer. Alguns produtos realmente ainda conseguem ser muito mais vantajosos na importação. Se algum preço de taxa ou imposto for extremamente alto, você pode contestar e pedir para que seja recalculado.

Impostos e taxas de produtos importados são uma realidade que pode acontecer com qualquer produto e até mesmo com aquelas pessoas que já estão acostumadas a comprar a muito tempo.

 

Published inImportar Da China