Skip to content

Como importar suplementos

Rate this post

como importar suplementos

 

Como importar suplementos

Quando pensamos em suplementos, logo nos vem a imagem de como esses são extremamente caros, não é mesmo? Hoje vamos dar algumas dicas para você que quer importar suplementos e não ficar mais dependendo do comércio nacional para conseguir comprar aquilo que deseja.

Importar suplementos pode ser uma ótima opção para quem está precisando economizar dinheiro. Em nosso país, as taxas e impostos são muito altas e por esse motivo todo esse valor é repassado para o consumidor final.

É claro que importar suplementos não é uma tarefa tão simples assim. Se fosse, nem haveria a necessidade de existir algum conteúdo explicando sobre esse assunto. Então confira o que preparamos para você.

Como importar suplementos: conseguindo preços que realmente valem a pena

Um problema encontrado e muito comentado sobre importações, é que a alfândega brasileira pode barrar o seu produto para que o mesmo só seja posteriormente liberado diante do recolhimento de uma taxa.

Mas pense, você está efetuando essa compra justamente porque quer conseguir pagar um preço menor. Ficar pagando taxa pode parecer algo não muito positivo, não é verdade?

  • Cartão de Crédito Internacional

Não há como se falar em compras de importação sem ter um cartão de crédito internacional. Se você ainda não possuí um, veja se no seu acesso do Internet Banking possuí essa solicitação ou fale diretamente com o seu gerente.

  • Cartão Internacional Recarregável

Se caso você não estiver muito afim de solicitar um cartão de crédito internacional junto ao seu banco, uma outra alternativa é comprar um cartão internacional recarregável.

Nesse tipo de cartão você recarrega o valor que quiser e gasta somente aquilo que estiver disponível. É uma ótima opção para quem precisa se controlar em relação a compras.

  • Procure uma loja que revenda para o Brasil

Um bom primeiro passo é procurar uma loja do exterior que venda para o Brasil. Diante desse fato, verifique se os preços realmente valem a pena e efetua a compra com o seu cartão de crédito internacional ou o recarregável.

  • Cuidado com as compras acima de U$ 50

As comprar acima de U$ 50 sofrem com uma taxa de 60% do seu valor total e mais o ICMS (que vai variar em relação ao seu estado de origem)

Muitos compradores de suplementos, pedem para os vendedores do exterior declararem que a venda foi de até esses U$ 50. O grande problema desse ato é que isso fica caracterizado como sonegação de impostos. Então você se torna totalmente responsável por essa escolha.

Como importar suplementos: comentários e considerações finais

Não dá para negar que importar qualquer produto que seja é algo que se mostra muito vantajo. Muitas pessoas já fazem isso e atualmente conseguem muito mais do que apenas comprar para consumo próprio, elas já estão revendendo o que compram e principalmente os suplementos.

A alfândega brasileira já está ciente de algumas técnicas que os compradores usam para conseguir driblar a taxação de impostos. Vamos considerar que ser taxado ou não é quase uma questão de sorte. Não dá para saber se vai acontecer ou não.

Pense que existe um fluxo muito grande na alfândega e é humanamente impossível vistoriar um por um. Use as dicas que você aprendeu aqui e tente. Assim como existe chance de você ser taxado, existe mais ainda de não ser.

Em alguns casos, mesmo com o valor da taxa e impostos o suplemento ainda consegue ficar mais barato do que nas lojas brasileiras. Então pode ser que mesmo assim compense efetuar a compra. Faça as contas! Clique aqui para ter acesso a mais dicas de importação

Agora que você já sabe um pouco mais sobre importar suplementos já está preparado para decidir se vai ou não optar pela importação. Boa compra!

 

Published inImportar Da China